“FUTARI H”: PRIMEIROS PASSOS PARA O SEXO

 Mangá fala de sexo com tom romântico,
dando dicas para os maiores de 18 anos

Quanto mais se aproxima a noite de núpcias de Yura e Makoto, mais o casal fica preocupado. Além do amor, os dois têm uma outra característica em comum -nas palavras do autor Katsu Aki, são “exemplares preciosos de castidade”, o que pode ser traduzido para “são virgens aos 25 anos”.

O casamento foi arranjado por uma agência de encontros, mas, agora, a dois, a história é com eles mesmos. É essa a proposta de “Futari H” (ed. JBC, R$ 6,90, 90 págs., 18 anos), mangá de Katsu Aki, autor famoso por “Visions of Escaflowne” (inédito no Brasil).

Passo-a-passo
Futari H” se apresenta como um manual do amor, mas suas dicas estão mais no campo do sexo mesmo. Com observações do narrador a todo momento, estatísticas e até mesmo ilustrações elucidativas, a história vai, pouco a pouco, ensinando alguns truques ao leitor -no caso, o masculino, já que o mangá é do gênero “seinen”, direcionado a homens a partir dos 18 anos.

Fazia tempo que um mangá adulto de qualidade não era publicado por aqui. Com suas piadas e cenas românticas, “Futari H” é um bom exemplo de que escolher o sexo como tema não significa cenas apelativas e pouco aprofundadas.

A cada edição, Yura e Makoto vão ficando mais experientes e colocando novas ideias em prática na cama. Como a série ainda não chegou ao final no Japão -está na edição 40-, fica difícil saber onde é que a coisa vai terminar.
>> FOLHA DE SÃO PAULO – por Diogo Bercito

About these ads

Os comentários estão desativados.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 80 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: