“ALVO HUMANO”, A SÉRIE; “ALVO HUMANO”, A HQ

É de se esperar que uma adaptação – até pelo sentido da palavra – mexa em elementos do original para recriá-lo em outra linguagem. “Alvo Humano“, a série, faz jus à premissa. O seriado que estreou no Brasil na noite dessa segunda (Warner Channel, 23h) usa o título da história em quadrinhos homônima e o nome do protagonista. Não muito mais que isso.

O mote da versão em quadrinhos era ver os disfarces usados por Christopher Chance para se passar pelas pessoas que corriam risco e, por isso, contratavam seus serviços. Na TV, os contratos foram mantidos. Mas a concepção do alvo-humano foi mudada. Em vez dos disfarces, Chance se aproxima da vítima para pegar o criminoso em ação.

Embora diferente da história quadrinística em que se baseou, a série funciona. É uma história de ação, sem maiores pretensões, bem ao estilo cinema-pipoca.No episódio de estreia, Chance protege uma empresária (Tricia Helfer, atriz de “Battlestar Galactica”), envolvida nos testes de um trem-bala.

Alguém tenta matá-la durante a viagem inaugural. Ela, porém, divide o papel de alvo-humano com seu protetor, contratado especificamente para defendê-la e agarrar o matador.O papel-título ficou com Mark Valley, que interpretou um dos advogados da divertida série “Justiça sem Limites”. Em “Alvo Humano“, ele conta com dois ajudantes, um deles especialista em acessos virtuais (Jackie Earle Haley, o Rorschach do filme “Watchmen”).

Esta não é a primeira vez que “Alvo Humano” é levado para a TV na forma de seriado. Houve outra tentativa, exibida em 1992. Durou apenas dois meses.Nos quadrinhos, o personagem da editora norte-americana DC Comics surgiu em 1972. Foi criado pela dupla Len Wein e Carmine Infantino.

No Brasil, a última aparição de Christopher Chance ocorreu no álbum “Alvo Humano”, lançado pela extinta editora Opera Graphica em 2006.A obra reunia as quatro partes de uma minissérie, escrita por Peter Milligan e desenhada por Edwin Bilikovic. O herói ganhou uma série própria nos Estados Unidos, inédita por aqui.
>> BLOG DOS QUADRINHOS – por Paulo Ramos

Alvo Humano. Crédito: reprodução

About these ads

Os comentários estão desativados.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 70 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: