STEPHENIE MEYER VENCE PROCESSO DE PLÁGIO

Stephenie Meyer foi processada por plágio pelo escritor Jordan Scott, autor de "The Nocturnal"O processo movido por Jordan Scott contra Stephenie Meyer há alguns meses foi encerrado, com a corte da Califórinia tornando pública sua decisão.

O juiz Otis D. Wright 2º, após ler as duas obras, considerou que “Amanhecer”, quarto e último livro da saga “Crepúsculo”, não possuiu grandes pontos em comum com “The Nocturnal”, de Scott. Ele considerou que os personagens não possuem similaridades e que a linguagem de cada obra é bastante diferente.

A sentença encerra criticando Jordan Scott sua atitude e por manipular aspectos das obras para poder alegar as similaridades. A escritora alegava que a história de Meyer possuía trama e personagens parecidos com os de seu livro, que descreve um romance entre um bruxo e uma adolescente no século 15. Os pontos em comum tratavam-se da cerimônia de casamento entre os protagonistas, uma cena de amor na praia e a transformação de um humano em vampiro sob o seu ponto de vista.

O grupo Hachette Book, parte da editora Little Brown que publicada a série “Crepúsculo”, afirmou em nota que o julgamento confirmou o que eles sabiam há muito tempo, que “Amanhecer” é um romance original de Stephenie Meyer e que este processo foi uma tentativa de trazer publicidade às aspirações editoriais da parte acusadora.
>> FOLHA DE SÃO PAULO

Anúncios

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: