ZÉ DO CAIXÃO VOLTARÁ ÀS TELAS EM 2011

Novo filme de José Mojica Marins será inspirado em lenda mineira

Depois de lançar Encarnação do Demônio em 2008, José Mojica Marins está voltando à ativa para rodar um novo filme, inspirado em uma lenda urbana de Pouso Alegre, Minas Gerais.

O clássico personagem Zé do Caixão agora depara com o Corpo Seco, “causo” que teria acontecido em 1900, no sul de Minas. A história, que é considerada verídica por muitos moradores da cidade, fala sobre um homem muito ruim que vivia com sua família em um casarão e maltratava a mãe e alguns animais. Com o passar dos anos, ele teria ficado doente e definhado até a morte em um quarto nos fundos da casa. Depois de enterrado, o corpo em pele e osso sempre voltava à superfície, exposto em cima da cova.

A trama do filme será baseada no livro infanto-juvenil escrito por Mariângela Padilha, que mistura relatos dos habitantes da cidade à ficção, porém adaptado ao público adulto, incluindo perseguições policiais e tortura. “A ideia é contar a história do Corpo Seco, um ser do mal, que se transformará em um estuprador e fará várias vítimas, mas que será derrotado pelo Zé do Caixão”, declarou o cineasta ao portal mineiro Uai.

O filme já tem roteiro pronto e o orçamento da produção será de R$ 2,5 milhões. As filmagens começam em setembro, em Pouso Alegre, com previsão de lançamento para 2011.

Depois de lançar Encarnação do Demônio em 2008, José Mojica Marins está voltando à ativa para rodar um novo filme, inspirado em uma lenda urbana de Pouso Alegre, Minas Gerais.

O clássico personagem Zé do Caixão agora depara com o Corpo Seco, “causo” que teria acontecido em 1900, no sul de Minas. A história, que é considerada verídica por muitos moradores da cidade, fala sobre um homem muito ruim que vivia com sua família em um casarão e maltratava a mãe e alguns animais. Com o passar dos anos, ele teria ficado doente e definhado até a morte em um quarto nos fundos da casa. Depois de enterrado, o corpo em pele e osso sempre voltava à superfície, exposto em cima da cova.

A trama do filme será baseada no livro infanto-juvenil escrito por Mariângela Padilha, que mistura relatos dos habitantes da cidade à ficção, porém adaptado ao público adulto, incluindo perseguições policiais e tortura. “A ideia é contar a história do Corpo Seco, um ser do mal, que se transformará em um estuprador e fará várias vítimas, mas que será derrotado pelo Zé do Caixão”, declarou o cineasta ao portal mineiro Uai.

O filme já tem roteiro pronto e o orçamento da produção será de R$ 2,5 milhões. As filmagens começam em setembro, em Pouso Alegre, com previsão de lançamento para 2011.
>> OMELETE – por Carina Toledo

Anúncios

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: