“INVASÃO DOS MORTOS” MOSTRA EPIDEMIA DO ALÉM NA TERRA

Invasão dos Mortos. Crédito: divulgação  
Álbum escrito por Phil Hester e desenhado por John McCrea e Will Volley começou a ser vendido neste mês

Imagine que os falecidos encontrassem um jeito de voltar à Terra, ocupando o corpo dos vivos. É a premissa de “Invasão dos Mortos”, álbum que começou a ser vendido em lojas de quarinhos neste mês (Gal, 112 págs., R$ 29,90).

Na história, a tal invasão tomou posse de tantos corpos que se tornou epidemia. As autoridades norte-americanas logo entram em ação, alertadas por dois comportamentos. O primeiro é o fato de os alvos serem pessoas jovens. O segundo comportamento é os mortos, agora vivos, se dirigirem à cidade de Winnipeg, no Canadá. Por quê? Está lançado o mistério, que conduzirá os quatro capítulos da série, compilados em forma de livro.

O caso passa a ser capitaneado pela agente Melissa Nguyen e pelo cético Antoine Sharpe, consultor chamado em casos de difícil explicação, como este. A incredulidade de Sharpe e a dureza com que lida com a situação são elementos que ajudam a dar carisma ao personagem e, por consequência, à narrativa de Phil Hester.

Para quem acompanha histórias de super-heróis, o nome de Hester talvez seja familiar. Foram dele os desenhos de muitas histórias do Arqueiro Verde, personagem da editora DC Comics, já  publicadas no Brasil pela editora Panini. A novidade é vê-lo no roteiro. Ele se sai bem. Constrói uma história bem amarrada, que consegue deixar o leitor curioso.

Os desenhos do álbum foram divididos entre John McCrea – outro nome conhecido dos títulos de heróis – e Will Volley, que possui um estilo bem diferente do colega. “Invasão dos Mortos” é a primeira obra do ano lançada pela Gal, que tem somado bons títulos em seu catálogo.

Este trabalho é interessante, mas não excepcional, como apregoam as citações extraídas da imprensa, lidas no verso e até na capa da obra – recurso muito usado pela editora. É mais ou menos como “Guerra ao Terror”, vencedor do Oscar de melhor filme, no último domingo. É correto, bem feito e entretém. Mas você já viu produções melhores.
>> BLOG DOS QUADRINHOS – por Paulo Ramos

Anúncios

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: