“A FOME DE IBUS: LIVRO DO DENTES -DE-SABRE”, DE ALBARUS ANDREOS

“Dentre os povos da tundra, das placas brandas do Norte, onde o vento dobra e volta, onde o dia é igual a noite, se levantará aquele que montará o cavalo de duas cabeças e portará a espada que porá fim à Fome de Íbus…”

Um valoroso guerreiro retorna à sua terra após um longo período de guerra e provação. Uma profecia deverá ser cumprida. Uma longa caminhada se inicia e um grupo estranho é então formado. Um feiticeiro, um anão, um elfo e um jovem batedor se unirão ao guerreiro nesta difícil empreitada. Isso é só o início da saga medieval A Fome de Íbus: Livro do Dentes-de-Sabre (Giz Editorial, 336 págs.) do brasileiro Albarus Andreos.

Karizem é um bárbaro, um guerreiro que partiu de sua amada terra Ith para lutar em guerras que não eram suas. Lutou por um senhor tirano, conheceu de perto a dor e a luta pela própria vida, viu feiticeiros e lutou contra criaturas oriundas da magia negra. Sozinho e cansado esta é a história de sua volta para casa. De volta a Ith, reencontra seus amigos e sua família, e também seu mentor, o feiticeiro Tellor.

Com a ajuda do mago, Karizem descobre que seu coração foi roubado por um dragão e que deverá partir em busca do coração perdido, enfrentar o dragão e só assim encontrar o seu lugar no mundo. É ai que se inicia uma grande aventura. Karizem parte em companhia de Tellor e do jovem guerreiro Haskor. Durante sua busca estranhos aliados farão parte do grupo, como Dorfhull o anão, Gelfor o elfo e um misterioso andarilho cego. Juntos passarão por muitos perigos e farão uma grande descoberta que colocará em risco a vida de todos. A missão será árdua, e o Escolhido deverá enfrentar bruxos poderosos para cumprir a profecia e por fim à Fome de Íbus.

Conseguiu se sentir dentro do maravilhoso mundo criado pelo autor? Não vou entrar em mais detalhes do que acontece na história para não estragar a surpresa. Mas o que posso dizer é que é uma saga emocionante e muito bem construída. A história é complexa, o leitor irá conhecer um mundo novo, repleto de seres fantásticos e de muita magia. O estilo me lembrou um pouco os livros de Tolkien que eu amo, e terminei o primeiro volume ansiosa pela continuação, intitulada “O livro da escuridão”.

O primeiro livro da saga é bastante introdutório, os personagens e os lugares são descritos minuciosamente, por isso achei o começo um pouco cansativo. Depois a história se desenvolve e eu devorei o restante do livro, que me surpreendeu bastante. Pelo que pude perceber a continuação terá muito mais ação e aventura.

Sem dúvida é um ótimo livro para quem, como eu, adora literatura fantástica. Se você procura uma boa história de elfos, bruxos e dragões não irá se decepcionar. “Teu fim está próximo dragão. Breve o bárbaro cairá em minha lábia e terei o teu carrasco sob meu poder. Breve terás a Espada de Kusher cravada em teu imundo coração vermelho. Breve terei o Olho de Dephir, que me permitirá conjurar as criaturas de poder dos reinos das sombras e da escuridão.”
>> VIAGEM LITERÁRIA – por Nanda

Anúncios

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: