CAPITÃO 7 – O PRIMEIRO HERÓI BRAZUCA DA TV

Capitão 7

O herói capitão 7 foi criado para um programa de séries da TV Record em 1954. O personagem foi imaginado por Rubem Biáfora e protagonizado pelo ator Ayres Campos. A série foi veiculada até o ano de 1966. A estréia da série aconteceu em 24 de setembro de 1954, ao vivo.

 Nos primeiros anos, em virtude da raridade do uso do videotape, os primeiros capítulos eram feitos e transmitidos ao vivo.

 Na ficção, o Capitão 7 é vivido por Carlos, seqüestrado por extraterrestres ao Sétimo Planeta, onde adquiriu poder corporal e mental. Quando retorna à Terra, mantém o mesmo novo civil e torna-se num talentoso químico. Os seus poderes funcionam enquanto vestido com o seu uniforme de ação.

Na trama, Carlos casa-se com Silvana, a ponto de revelar o seu segredo a ela e levá-la como visitante ao Sétimo Planeta, após esta viagem, Silvana torna-se numa heroína. O seu maior inimigo é  “O Caveira” . Utilizava uma espaçonave para vigiar a Terra, e quando tudo estava tranqüilo, vivia a sua vida comum de químico e namorado de Silvana.

Os quadrinhos do Capitão 7 começaram a ser publicada em 1959, pela editora Continental. A obra contava com os desenhos de Jayme Cortez, Júlio Shimamoto, Getúlio Delphin e Juarez Odilon. Os textos eram de Helena Fonseca, Hélio Porto e Gedeone Malagola. Foram 54 edições publicadas até o ano de 1964, nos quadrinhos, as ações poderosas do personagem eram plenas, em comparação com a produção limitante da TV.

Em épocas de limitações tecnológicas, o personagem era mais atuante com os seu poderes nos quadrinhos do que na TV. O ator Ayres Campos faleceu em 6 de julho de 2003. Recentemente o projeto do Capitão 7 veio à tona através do desenhista Danyael Lopes para homenagear o falecido ator
>> MEU HERÓI – por Fernando Rebouças

Anúncios

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: