FANTASMA DO SÉCULO XXI

O Fantasma não é mais aquele. Criado pelo americano Lee Falk em 1936, o personagem vai ganhar um novo visual a partir de agosto, quando sai o primeiro número de sua nova revista, pela editora Dynamite, a mesma que publica outros clássicos dos quadrinhos, como Darkman, Vampirella, Sonja e Besouro Verde. Na nova fase, o Fantasma cuida de uma fundação de caridade em seu país, Bengala, e apoia outros do continente africano.

O responsável pelo redesign do herói, conhecido como o espírito que anda, é o ilustrador Alex Ross, o mesmo de “Marvels”. Pelas imagens já divulgadas, que você confere neste post, o Fantasma aparece sem o tradicional uniforme e mais violento. Ross cuidará do desenvolvimento do personagem enquanto que Scott Beatty será o roteirista. A arte das histórias em quadrinhos ficará por conta de um brasileiro: Eduardo Ferigato. Ele conversou rapidamente com o Gibizada a respeito do trabalho.

Como você entrou no projeto?
EDUARDO FERIGATO: Através de testes que produzi para a agência Art & Comics. O Joe Prado entrou em contato comigo falando sobre o interesse da Dynamite em meu trabalho para a série.

Por quanto tempo você ficará responsável pela arte do novo Fantasma? 
Meu contrato é para seis edições, mas é possível que eu continue na série depois disso.

Como será esta nova versão do clássico personagem? 
Quanto a isso não posso dar muitos detalhes. Tudo que posso dizer é que  o personagem está sendo adaptado ao século XXI. Mas, em minha opinião, a mitologia do personagem está muito presente na história.
>> GIBIZADA – por Télio Navega

Anúncios

Comentários encerrados.

%d blogueiros gostam disto: