ACORDA CASTELO

O que aconteceu depois que a bela princesa, adormecida, foi despertada por um príncipe, com um beijo, se casou com ele e os dois foram felizes para sempre? Em “O Castelo Adormecido – Volume 1: A Maldição do Espinheiro” (Via Lettera, PB, 216 pgs., R$ 39), a americana Linda Medley conta um pouco desta história, em quadrinhos.

A série, que ganhou dois prêmios Eisner (Melhor Série e Talento Merecedor de Maior Reconhecimento) e chegou a ser selecionada para o prestigiado Festival de Angoulême, tem o mérito de reunir personagens tão heterogêneos quanto um homem-cavalo, bruxas, duendes e outras criaturas estranhas num mesmo ambiente, convivendo, na maioria das vezes, de forma harmônica, mas não vai muito além disso.

A personagem principal, Jaina, é uma jovem grávida, que se diz Condessa de Carabás, e está sozinha, em busca de abrigo no castelo do título, de onde partiu, há muitos anos, a tal bela adormecida citada no início. Acolhida pelos esquisitos habitantes do lugar, Jaina faz mistério de onde veio. Mas não demora muito para que alguém descubra seu passado, o que pode fazer com que a história, futuramente, tenha alguma surpresa.

Apesar de bem contada e muito bem desenhada, a HQ tem um ritmo tão devagar quanto a vida dos moradores do castelo adormecido, que se contentam em plantar e cozinhar. O maior abalo na rotina deles é a chegada da jovem grávida. Resta saber se Jaina vai, um dia, acordar o tal castelo. A editora promete o segundo volume para o ano que vem

Anúncios

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: