“CONTOS OBSCUROS DE EDGAR ALLAN POE”: LIVRO ORGANIZADO POR BRAULIO TAVARES TERÁ LANÇAMENTO NO FANTASTICON 2010

O escritor Bráulio Tavares organizou “Contos Obscuros de Edgar Allan Poe”, uma antologia de contos pouco conhecidos de Poe.Com narrativas científicas, misteriosas, permeadas de terror, horror, suspense e policialescas.

Edgar Allan Poe (1809-1849) foi adotado, encampado ou dissecado pelo surrealismo, pela psicanálise, pelo estruturalismo, pela semiótica e outros movimentos. Inventou o conto analítico detetivesco e foi um dos precursores da ficção científica, sem esquecer que figura também como um dos mais importantes nomes da literatura de terror. Inspirou notáveis compositores, de Debussy a Beatles e Bob Dylan, e foi admirado por escritores como Fernando Pessoa, Machado de Assis, Julio Córtazar. Mas Poe é, sobretudo, o grande mestre do conto. Um lugar inconteste na história da literatura mundial.

Ao longo de quase dois séculos, seus contos foram consagrados e largamente traduzidos e editados. Porém, há ainda alguns pouco conhecidos, exatamente por não figurarem nas correntes antologias do escritor. E é para trazê-los a público que a editora Casa da Palavra lança Contos obscuros de Edgar Allan Poe, organizado pelo escritor Braulio Tavares, especialista em ficção científica e literatura fantástica, autor de celebradas antologias do gênero.

Ao optar pelos contos menos conhecidos do escritor norte-americano, cujo bicentenário foi celebrado em 2009, Braulio buscou se distanciar dos textos célebres e comumente encontrados em edições em todo o mundo. “A maioria das coletâneas de contos de Poe concentra-se em dez ou 15 textos que fizeram sua fama como autor. Esta antologia pretende deixar de lado esses contos mais famosos e oferecer ao leitor outras histórias que também têm qualidades notáveis, mas que foram pouco traduzidas no Brasil”, explica Braulio.

Os 16 contos selecionados oferecem um painel ampliado da expressão literária de Poe, apresentando os contos “Metzengerstein”, “Manuscrito encontrado em uma garrafa”, “Morella”, “O rei Peste”, “Sombra – Uma parábola”, “Silêncio – Uma fábula”, “Como escrever um artigo à moda Blackwood”, “Uma trapalhada”, “Descida no Maelström”, “Três domingos numa semana”, “A balela do balão”, “Um conto das montanhas Fragosas”, “O Anjo do Bizarro”, “Tu és o homem”, “A milésima segunda história de Sherazade” e “A esfinge”.

Em um alentado posfácio, Braulio oferece uma apresentação sobre a vida e a obra do escritor, fazendo ainda uma análise minuciosa dos 16 contos escolhidos. Ao fim dessa jornada é possível entender por que Edgar Allan Poe continua sendo, 160 anos após sua morte, um dos mais contemporâneos escritores da literatura ocidental.

Ilustrado pelo artista plástico paraibano Romero Cavalcanti, Contos obscuros de Edgar Allan Poe, acaba por atender a busca permanente do próprio Poe: a diversidade. É ele quem diz: “Se todos os meus contos estivessem agora à minha frente e eu tivesse a incumbência de compor uma nova seleção, o critério que primeiro ocuparia minha atenção seria o de diversidade e variedade”.

O autor
Braulio Tavares nasceu em 1950, na cidade de Campina Grande, Paraíba. Escritor e compositor, ganhou a premiação portuguesa Caminho da Ficção Científica pelo livro de contos A espinha dorsal da memória (1989). É autor dos livros A máquina voadora (1994), Mundo fantasmo (2002) e ABC de Ariano Suassuna (2007). Publicou as antologias Páginas de sombra: contos fantásticos brasileiros (2003), Contos fantásticos no labirinto de Borges (2005) e Freud e O Estranho – contos fantásticos do inconsciente (2007), todos pela Casa da Palavra e com ilustrações de Romero Cavalcanti.

Lançamento no dia 28 de agosto, Sábado, às 18 horas
FANTASTICON 2010 – IV Simpósio de Literatura Fantástica
Biblioteca Viriato Corrêa
Rua Sena Madureira, 298 – Vila Mariana – São Paulo, SP
Tel.: 11 5573-4017 e 11 5574-0389

Anúncios

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: