JANE AUSTEN SE TORNA UMA VAMPIRA EM LIVRO

O que uma simples livraria localizada numa pequena cidade ao norte de Nova York pode esconder? Edições esgotadas de livros e uma atendente excêntrica? Na pacata cidade de Brakeston, a livraria Flyelaf oculta muito mais: uma vampira de 233 anos, que além de esconder sua natureza, precisa manter sua verdadeira identidade em segredo.

Chega às livrarias de todo o país, pela editora Lua de Papel, o divertido romance Jane Austen – A Vampira.  Na trama, criada porMicheal Tomas Ford, a famosa escritora inglesa do século XVIII figura como personagem principal. Depois de ser transformada em vampira por uma antiga e desprezível aventura amorosa, Jane deixa a Inglaterra e passa a viver nos Estados Unidos, sob a identidade de Jane Fairfax.

Além de administrar seu pequeno negócio, Jane busca uma editora para publicar seu romance inédito, já que os seus livros não lhe rendem mais nenhum centavo de direitos autorais, afinal, ela está morta, ou deveria estar. E como se não bastassem todos os problemas, um antigo romance mal resolvido volta para atrapalhar os planos de Jane. Vida de vampiro, ou o que quer que isso signifique, não é nada fácil.

Jane Austen – A Vampira proporciona uma releitura de grandes clássicos da literatura, como a poesia de Lord Byron e as obras das irmãs Brontë, com uma pitada de humor negro e um gostinho de sangue.

Uma das autoras mais lidas de todo o mundo, Jane Austen teve sua popularidade renovada nos últimos anos graças a novas adaptações para o cinema e livros satíricos, com destaque para Orgulho e Preconceito e Zumbis, escrito por Seth Grahame-Smith, que elogia a nova obra: “É impossível não amar a perspicácia de Michael Thomas Ford e os dentes afiados de Jane Austen…“.

Jane Austen – A Vampira tem 310 páginas, formato 14 x 21 cm, tradução por Carlos Szlak e preço sugerido de R$ 39,90.

Michel Thomas Ford é autor de diversos livros juvenis e adultos, dentre eles, Alec Baldwin Doesn´t Love Me That´s Mr. Faggot To You. Seu trabalho recebeu excelentes críticas e, por duas vezes, ganhou o prêmio de Melhor Livro de Humor. Recentemente tornou-se membro da Horror Writers Association, após ter sido premiado com o Bram Stoker Award.

A editora Lua de Papel é uma das mais importantes do grupo LeYa – formado por 18 editoras em Portugal e que acaba de ser fundada no Brasil. Seguindo o caminho da matriz e com o objetivo de criar uma identidade própria e firmar-se como uma das grandes editoras no país, a editora Lua de Papel tem como Publisher, Pedro Almeida, e conta com uma equipe própria de editorial, marketing e comercial.
>> HQ MANIACS – por Leonardo Vicente Di Sessa

Anúncios

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: