TERRY PRATCHETT E OS PEQUENOS HOMENS LIVRES


Conrad Editora acaba de lançar nas livrarias Os Pequenos Homens Livres, (The Wee Free Men, no original) de Terry Pratchett. Apesar de também ser ambientado no universo Discworld, criado por Pratchett, este é o segundo livro da série que é direcionado a leitores mais jovens, portanto, não tendo relação direta com a coleção já lançada pela editora. O primeiro foi O Fabuloso Mauricio e seus Roedores Letrados, lançado em 2004. 

Com apenas uma frigideira e seu bom senso, Tiffany Dolorida, jovem futura bruxa de 9 anos, é tudo o que há entre os monstros do Reino das Fadas e o Giz, sua terra natal. Forçada a seguir rumo ao Reino das Fadas para recuperar seu irmão sequestrado, a senhora do Reino das Fadas pretende dominar o mundo ao eliminar a barreira que separa realidade e sonhos. Com isso, monstros e vilões dos pesadelos e histórias da carochinha irão invadir o Disco e apenas Tiffany poderá impedi-la.

O único problema é que, apesar de toda sua coragem e determinação, Tiffany ainda não sabe usar seus poderes, que certamente serão necessários para salvar o mundo. Ela se alia aos Nac Mac Feegle, também conhecidos como Pequenos Homens Livres, um clã de pequenos seres azuis que adoram beber e se meter em uma boa briga. Juntos terão de enfrentar muitos perigos e desafios até o encontro com a Rainha. A grande questão é: será que Tiffany conseguirá desenvolver seus poderes inatos até o confronto final com a Rainha?

Os Pequenos Homens Livres tem 264 páginas, formato 16 x 23 cm e custa R$ 32,00.

Terry Pratchett nasceu em 1948 e começou a trabalhar como jornalista em 1965. Depois de fazer todo tipo de trabalho possível no jornalismo provinciano, tornou-se assessor de imprensa de uma companhia de energia nuclear. Hoje, o autor vive em Wiltshire com sua esposa, Lyn, e sua filha, Rhianna. Ele afirma que escrever é a coisa mais divertida que alguém pode fazer sozinho. Entre os autores vivos, Terry Pratchett é o campeão absoluto de vendas na Inglaterra, permanecendo há quase uma década na lista dos dez livros mais vendidos publicada pelo Sunday Times.

A Conrad Editora surgiu em 1998, com publicações para o mercado de games. Em 1999, lançou os mangás Dragon Ball eCavaleiros do Zodíaco, os primeiros no país a serem publicados no estilo de leitura japonês. De lá para cá, aumentou seu catálogo com mangás como EvangelionOne Piece e Vagabond, além de material de grandes autores como Robert CrumbOsamu Tezuka,Joe SaccoMilo ManaraGuido Crepax e Terry Pratchett, entre outros, bem como de autores nacionais.

Em 2006, lançou o primeiro volume de uma luxuosa coleção da série Sandman, encerrada em 2008. Em 2009, depois de passar por algumas dificuldades, a editora foi adquirida pelo Grupo IBEP-Nacional, retomando seu ritmo de lançamentos.
>> HQ MANIACS – por Carlos Costa

Anúncios

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: